“DUBIALIDADE” E EXAGEROS DOS CANDIDATOS MOSTRAM, NO HORÁRIO POLÍTICO, UMA TREMENDA PAPAGAIADA QUANDO OS TEMAS SÃO: SAÚDE, EDUCAÇÃO, SEGURANÇA E ECONOMIA.

ORIGINAL – POSTADO EM 02/09/2014

ASSISTA E TIRE SUAS CONCLUSÕES.

NA BASE DO VALE TUDO.
ONDE TUDO É POSSÍVEL!
QUEM ESTÁ DENTRO,
COM A “TETA NA BOQUINHA”,
NÃO QUER LARGAR
E QUEM ESTÁ FORA… QUER “MAMAR”.

ENTRE OS BLÁ-BLÁ-BLÁS, OUVE-SE SOLUÇÕES
IMEDIATISTAS E PROMESSAS MIRABOLANTES.

NUM SEMELHANTE PALCO DE ILUSÕES,
PREGA-SE TUDO…
MAS TUDO MESMO:
O POSSÍVEL E O IMPOSSÍVEL,
“EM BENEFÍCIO DO POVO” (TADINHO DO POVO).

É PRECISO SEPARAR O JOIO DO TRIGO E, PARA TANTO,
TODA CALMA, NA HORA DE ESCOLHER
QUEM RECEBERÁ O SEU VOTO… PODE SER POUCA.

Publicado por ZÉ LOPES

JOSÉ ANTONIO LOPES - JORNALISTA EDITOR/PROPRIETÁRIO DO JORNAL “O CLARIM”: 10/06/1973 – 20/11/1976. EDITOR/PROPRIETÁRIO DO JORNAL “A FOLHA DE AURIFLAMA: 14/08/1977 – 24/12/1978. EDITOR/PROPRIETÁRIO DO JORNAL “A FOLHA DE AURIFLAMA”: 13/03/1983 – 15/04/1984. DIRETOR RESPONSÁVEL DO JORNAL “A FOLHA DE AURIFLAMA”: A PARTIR DE 16/04/1984.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *