POR ENQUANTO, APENAS O “LIMBO”

Presidenciáveis estão “antenadíssimos”.
Afora algumas “insinuações rasteiras” veiculadas no horário eleitoral, (os jogos sujos, de baixíssimos níveis, parece que acabaram ficando para os desenfreados fanáticos de ambos os lados), o discurso dos postulantes, em busca dos votos que conduzirão apenas um ao Poder, diríamos que, por enquanto, está situado próximo da normalidade.

É imprescindível ressaltar que os candidatos NÃO OSTENTAM SEREM, nem se habilitaram à condição de ”SALVADORES DA PÁTRIA”.

Durante esse curto espaço de tempo, uma espécie de ”limbo”, acredita-se que ambos procurarão exercer o poder do convencimento, através de suas propostas de governo, almejando o apoio dos eleitores que decidirão quem ascenderá ao cargo de Presidente.

Depois?
Bom… depois é depois, é ”futuro”!

Por enquanto há tão somente uma certeza.
A certeza de que: ”quem viver, ‘verá’”.

Desejo que todos vivam!

OBS.:
Publiquei em 2014, após a promulgação do resultado daquela eleição presidencial, um comentário.

Abaixo, reedito parte dele:

”Pelo sim ou pelo não, fica evidente que:
2015 AINDA NÃO CHEGOU,
MAS 2018 JÁ COMEÇOU!

Poder-se-ia interpretar como ações temerárias, audaciosas, inescrupulosas, acionar a ”máquina projetora” e rebobinar o ”filme”: DE VOLTA PARA O FUTURO, em tempo ”TSUNÂMICO” (de instabilidade geral)?”