E, LÁ VAI ELE…

…Sem trombetas, contemplativo,
calado, ouvidos aguçados,
hoje… lançando olhares infinitos.

É futurista e, também, remissivo.

Pode-se agir/ser assim (ou não)!

Quiçá, abrir mão “daquela ideia”!

Porém, em hipótese alguma,
jamais, abrir mão dos ideais.