QUESTÃO DE OPÇÃO

Considerando o inquestionável entendimento de que somos detentores absolutos do nosso livre arbítrio, é imprescindível sabermos:

QUE…
…se porventura experimentarmos situações idênticas ou semelhantes àquelas dos muitos que vivem “enclausurados” em uma espécie de “redoma de vidro”, provavelmente teremos que conviver (mais que em um “estado umbilical”), com o nosso maior amigo ou com o nosso maior inimigo (o eu interior).

E…
…as inimagináveis opções de praticarmos quaisquer ações (benéficas ou maléficas) dependerão, unicamente, de nós mesmos.

“EGOS CONFLITANTES”
Zé Lopes – Auriflama

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *